PIB Dourados

UM DISCIPULO CHAMADO ANANIAS

Jun 18, 2016 Ler 1035 vezes

Atos 9.10-19

Vivemos num período da história em que os resultados são mais importantes do que as pessoas, e quem elas são. Estamos sempre buscando resultados, precisamos produzir cada vez mais e melhor, e o que fazíamos bem ontem, precisa ter um melhor desempenho amanhã.

Aparentemente não estamos satisfeitos com o desempenho das outras pessoas, e consequentemente com nosso próprio, por esse motivo, buscamos cada vez mais o aperfeiçoamento pessoal muitas vezes de forma desenfreada e o desempenho de novas funções, assumindo uma carga que muitas vezes não foi designada para nós.

Sem dúvida somos conhecedores da vida do aposto Paulo a sua importância para o cristianismo e a relevância dos seus ensinos até hoje. Algumas vezes tenho percebido a admiração com que falamos da relevância de Paulo para a igreja de Cristo, de como foi usado pelo Senhor para doutrinar o seu povo e direcionar as questões teológicas de forma a anunciar a Graça em Cristo, confrontando de forma enfática a lei ou melhor o legalismo.

Damos muita atenção à conversão de Saulo de Tarso, mas damos pouca consideração para aquele que o ajudou a obedecer a Cristo, cujo nome é Ananias. Talvez pelo fato do livro de Atos não dar muita atenção a Ananias, é compreensível que nós também não demos. Afinal, foi Saulo que o Senhor queria converter, e foi Saulo que Deus pretendia que pregasse aos gentios. Apesar disto, há muitas boas lições a serem aprendidas deste personagem mais obscuro. 

O Privilégio de Ananias: Ananias foi chamado pelo Senhor para uma missão especial. Ele deveria fazer contato com o homem que Deus pretendia usar para levar o evangelho aos gentios. Que privilégio! O Senhor falou com Ananias em uma visão. Não há indício de que isto tenha acontecido com outros cristãos até então. Podemos lembrar da profecia de Joel, que havia dito: “vossos filhos e vossas filhas, profetizarão, vossos jovens terão visões, e sonharão vossos velhos”. (Atos 2.17). Que honra. O Senhor não somente falou com ele em uma visão como também o capacitou de forma que pudesse impor as mãos num homem cego que precisava recuperar a sua visão. 

A Coragem de Ananias: Ser discípulo do Senhor nunca foi fácil. Conhecemos casos em que ele pede coisas difíceis a seus servos. O homem a quem Ananias foi enviado era o oponente mais notório do cristianismo. Saulo de Tarso disse de si mesmo que havia sido um “perseguidor” (1 Timóteo 1. 13), e que perseguia “este Caminho até à morte”. (Atos 22.4). Ele disse em um julgamento que estava tão “demasiadamente enfurecido” com os discípulos que, muitas vezes, obrigava-os “até a blasfemar” e que, sem misericórdia, os perseguia “mesmo por cidades estranhas”. (Atos 26. 11). 

Não era algo insignificante Ananias concordar em fazer a tarefa que Deus lhe havia dado. Ananias disse ao Senhor: “... de muitos tenho ouvido a respeito desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém; e para aqui trouxe autorização dos principais sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome”. (Atos 9. 13-14). Quero terminar, afirmando que: Muitas vezes desejamos fazer somente o que é grande, o que é importante para nós, o que traz status, o que nos torna visível. Aquilo que achamos que devemos ser, e algumas vezes não nos preocupamos com o que Deus quer que sejamos.

O meu desejo é que permaneçamos em comunhão com o nosso Senhor Jesus, de tal forma a ser tão sensível quanto Ananias ao ouvir sua voz, reconhece-lo, e dar a Ele a mesma resposta, “Eis-me aqui, Senhor”.    Que Deus nos abençoe.                                                            Pr Eugenio

HomeMinistériosPastoralUM DISCIPULO CHAMADO ANANIAS Topo da Página